skip to Main Content

Quantas vezes dou banho no meu westie?

Para Beth Widdows, essa é uma pergunta de um milhão de dólares!!! 😀

Há muito o que se considerar: se você for consultar livros de criadores renomados nos EUA vai ler que NUNCA devemos banhar um westie. 

Sim, você leu corretamente: NUNCA! 

Você também já deve ter lido que o westie é um cão que não tem cheiro, né? Raças de pelagem longa e dupla, possuem menos ranço que pelagem curta, portanto é perfeitamente possível conviver com ele sem banho.

Mas, essa recomendação ocorre porque a maioria dos criadores estão acostumados a levar os cães para exposições e, sendo assim, eles fazem o hand-stripping onde prevalece a pelagem fica dura, seca e áspera – a aspereza só ocorre com a escassez de banhos, com o uso de carbonato de cálcio e com o hand-stripping.

Assim, um cão “stripado” tem seu pêlo tão duro e grosso que a sujeira não “agarra” e uma simples escovação solta o acúmulo de sujeira do pêlo – na minha experiência pessoal percebo que o pêlo fica com uma camada de queratina extra, o que ajuda bastante para manter a baixa freqüência de banhos. Tenho uma fêmea que toma banho somente nas exposições e nas épocas de cio porque fez stripping desde filhote e acreditem – ela é minha westie mais desprovida de cheiro!

Mas, nem todos os proprietários estão dispostos a fazer o hand stripping e seguem a tosa de máquina de tosquia que deixa o pêlo mais fininho e conseqüentemente, mais suscetível a sujeira. Mas, o que fazer então?

Ainda seguindo o pensamento da Sra. Beth Widdows, mantenedora do Club de Westies de Michigan, podemos ponderar os banhos da seguinte maneira:

  • Três ou quatro vezes por ano:  para cães que fazem o stripping rotineiramente. Como já dito, o pêlo mais grosso solta a sujeira mais rápido. Além disso, há uma menor quantidade de pêlos após o stripping, e assim, menor possibilidade de “agarrar” sujeira.
  • Cada 4-6 semanas: se você estiver fazendo a tosa com a rasqueadeira de sub-pêlos , provavelmente você vai seguir este cronograma, pois o pêlo não ficará tão grosso a ponto de soltar a sujeira.
  • Menos de 4 semanas:  a maioria concorda com esta freqüência e isso pode ser funcional no seu caso. Cães que fazem a tosa na máquina provavelmente seguirão este esquema, pois o pêlo mais fininho se sujará mais facilmente. Mas, você deve ter o cuidado de retirar todos os resíduos de shampoo e/ou usar shampoos específicos para cães alérgicos, se este for caso do seu westie. O resíduo químico pode piorar os quadros alérgicos.

No entanto, há circunstâncias que forçam uma programação de banho mais freqüente. Algumas delas podem ser:

  • Sua preferência pessoal: algumas pessoas “sentem” que o seu cão deve ser banhado com mais freqüência, a fim de permitir que o cão corra pela casa, suba na cama, etc. Se você possui um olfato muito sensível provavelmente vai preferir banhos mais freqüentes para viver em harmonia com seu westie. Mas observe que o westie é um cão de baixo odor, e se você está sentido algum odor forte no seu cão, investigue a possibilidade de infecções de pele junto com o seu veterinário.
  • Situação médica: alguns cães com infecção de pele possuem necessidades médicas de banhos freqüentes. Se, por exemplo, seu westie possui uma alergia de contato, o seu veterinário pode sugerir-lhe o banho diário ou 2-3 vezes por semana no auge da alergia. Nestes casos o alérgeno pode se depositar sobre a pele, causando a coceira e o banho removerá o alérgeno, proporcionando ao cão um pouco de alívio. Outros problemas da pele podem exigir o uso de xampus medicinais com freqüência.
  • Pele oleosa: se, por algum motivo, a pele do seu cão é mais oleosa que o normal, banhos mais freqüentes podem dar mais o conforto ao peludo.
  • Cão arteiro: se seu cão gostar muito de cavar ou rolar pela grama num dia chuvoso, pode ser que em alguns casos só seja possível remover a sujeira com um bom banho.
Ashley no final do dia de festa no sítio! Mais arteira do que ela não existe!

Enfim, se seu cão não é “stripado” e você tem necessidade de banhar seu cão com mais freqüência:

FAÇA ISSO!

Dindin depois de um dia no sítio! Claro que ele tomou um baita banho!

Mas entenda que você está perturbando o equilíbrio natural da pelagem e, portanto serão necessários alguns cuidados extras para ajudar a recompô-la.  Há produtos que irão fazer uma enorme diferença nesse processo, mas isso é assunto para um próximo post.

Traduzido e adaptado de:

Widdows, Beth. Rub-A-Dub-Dub Your Westie in the Tub. Pet Coat Grooming and Bathing.

Próximo post: Como recompor a humidade natural da pele após o banho.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close search
Carrinho
Back To Top
Send this to a friend