skip to Main Content

Abrigos de cães mundo afora

Bem, pra quem não sabe eu estudo arquitetura também. Não me perguntem porque, pois já me arrependi da graça ;o)… Enfim, estou no último ano e esse é o ano de defender o trabalho final de curso.No curso de arquitetura e urbanismo, esse trabalho equivale a um projeto completo, desde a pesquisa do tema ao projeto executivo (é como chamam na arquitetura o caderno de projeto finalizado).
.
Eu escolhi como tema um “Centro de estudos e treinamento do comportamento canino”, ou seja, um lugar que vai funcionar como espaço para socializar, divertir, treinar e hospedar cães, em outras palavras, ensinar a ser cachorro!
.
Meu filho de 10 anos até ficou tirando sarro dizendo que não sabe como eu escolhi algo ligado à cães, logo eu…rsrs – menino engraçadinho né?
.
Um dos exercícios do TFG é procurar projetos mundo afora para ver o que os arquitetos pensaram, o que já foi construído, o que deu certo e o que deu errado – isso se chama estudo de casos.
.
Bem, sei que esse blog é ligado à uma raça específica, mas não posso deixar de colocar aqui os estudos de casos
I M P R E S S I O N A N T E S
que eu encontrei!
.

Assim, quem sabe eu num inspiro alguém a fazer coisas do tipo em nosso país!

64 (17)

.

Rspca Burwood Redevelopment

NHArchitecture

Os canis da RSPCA na East Burwood da Autrália são um modelo de excelência no cuidado de animais, proporcionando uma experiência exemplar para os usuários e visitantes.

1b

O edifício-canil (entenda-se como área que ficam os cães e não criadores de cães) é totalmente fechado, naturalmente ventilado e iluminado. No quesito aquecimento, há laje, chaminés térmicas, tampões de vento, coletores de vento e torres para proporcionar trocas de ar elevada e manter o ambiente em temperatura agradável.

service_diagram-book1
Esquema de insolação em linhas amarelas (inverno e verão). Linhas em vermelho: saída do ar quente. Linhas em verde água: entrada do ar renovado. Linhas em roxo: coleta de água da chuva para lavar os canis.

.

Cada canil tem uma entrada de ar de ventilação que permite que cheiro migre e saia por meio de dutos de exaustão distribuídos em toda a frente do edifício. Isso minimiza a migração de germes para o canil do lado, além dos odores para a vizinhaça.

290104
Corredor de acesso ao canil quarentena.

.

O esquema também permite manter os cães em ambiente de ruído reduzido, pois todas as entradas de ar e escapamentos são acusticamente tratadas para reduzir o som dos latidos de escapar para a área residencial circundante.

3b
Composição da fachada com truques ótico em preto e branco – estímulo aos cães.
.
Estes canis também foram configurados para minimizar o estresse dos cães através da redução dos latidos, cortando a ligação visual entre eles.

Além disso, cada cão tem acesso à luz natural e vista para uma área ao ar livre. Espaços formados entre as asas adjacentes conter paisagens altamente gráficas e diferenciadas. A composição é de um conjunto de peças repetitivas e exclusivas, fechadas e abertas, parciais e totais.

Este projeto possui vários aspectos de sustentabilidade e visa o bem-estar animal através da integração de espaços e recursos para realizar as mudanças de ar e das temperaturas internas e ter controle do conforto dos cães.

rspca_burwood_03_pb_lr
Piso externo com vários esquemas táteis para auxiliar na reabilitação de cães.

.

Através de um partido arquitetônico marcante, forte e inovador, o RSPCA busca servir melhor os animais com um nível elevado de cuidado, atraindo mais pessoas para o lugar, promovendo a maior taxa de adoção de animais do país. Além de promover a educação canina e humana para facilitar adoção dos animais corretamente.

As paredes externas da instalação são revestidas de uma padronização de painéis em preto e branco, este esquema de cores a ser estimulante para os cães que envolvem e tecem em torno dos edifícios, encurtamento comprimentos e truques ópticos.

2b

.

A RSPCA fornece uma gama completa de serviços e possui um prédio para 200 canis quarentena. A construção do canil foi feita em cinco alas orientadas de leste a oeste contendo 40 canis em dois níveis.

plan

.

Os cães que chegam ao RSPCA recebem atendimento médico quando necessário, e são colocados em quarentena durante 9 dias. Durante esse período eles são avaliados para problemas comportamentais e doenças crônicas.

rspca_burwood_07_pb_lr

.

Após o período de quarentena, se a sua saúde e comportamento forem considerados adequados para a adoção, o cão é colocado à disposição do centro de adoção (este espaço ainda será costruído em projeto futuro).

Assim, os arquitetos modernistas e ambiciosos, no mínimo finalmente fizeram o seu melhor para o melhor amigo do homem.

O projeto ganhou os prêmios nacionais na categoria Arquitetura Sustentável em 2008.

Os membros da equipe do Projeto: Bamford Barbara, Chung Thuyai, Dredge Pedro, Lyndon Hayward, e Walker Iain

Local do Projeto

Rodovia 3 – Burwood East Melbourne, Victoria 3151 Austrália

Só lembrando, RSPCA significa  Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, ou seja, é um lugar para tratar e abrigar animais resgatados. Vocês acreditam?

64 (12)

A M E I !!

Esse post tem 27 comentários
  1. Olá, estou no mesmo barco que você esta, ou estava, no último semestre de arquitetura e tmbm estou desenvolvendo um abrigo para cães e gatos!! Tem mais dicas para dar?!

    abraços!!

    1. Oi Nathalia,
      O meu trabalho era lugar de recuperação para cães com problemas comportamentais por meio de atividades caninas e esportivas (esporte com cães claro). Obviamente o trabalho previa a hospedagem dos cães em tratamento e por isso eu usei canis e abrigos como estudo de casos. São 03 abrigos que eu publiquei no blog, procure no google pelo nome dos locais ou pelo nome do arquiteto (abra pra vir em inglês, senão você não encontratará nada). Tb usei essa publicação do Ministério da Saúde – Funasa. Essa publicação aqui tb é pertinente, porém eu não quis fazer um CCZ porque me recuso a desenhar uma sala de eutanásia 🙁 ! Veja tb os abrigos do RSPCA no google, há vários no mundo todo! Boa sorte pra você – bjo!

      1. olá, tb estou fazendo meu TFG COM ESSE TEMA !! TEM ALGUMA DIGA DE COMO CONSEGUIR BIBLIOGRAFIA ADEQUADA PARA ELABORAÇÃO DE UM BOM REFERENCIAL TEORICO BASEADO EM TEXTOS.POIS AS REFERENCIA QUE VC POSTOU É MUITO BOA, INCLUSIVE VOU USA-LA COMO UMA DAS MINHAS REFERENCIAS DE TRABALHO.
        NO AGUARDO DE UMA RESPOSTA
        ATT;
        ALEXANDRE

        1. Oi Alexandre,
          Acho que depende da abordagem do seu TFG. No meu caso eu fiz um ReHab Canino, ou seja, um lugar cheio de espaço para prática de esportes, adestramento e recuperação de cães com problemas comportamentais do tipo “ansiedade de separação”. Assim, meu volume teórico, depois do histórico da domesticação canina, voltou-se para explicar porque os cães apresentam problemas comportamentais. Os abrigos descritos aqui, eu usei como cases apenas da estrutura física, circulação, ventilação, etc. Se o seu volume teórico tiver que abordar resgate de cães de rua, o seu texto justificativo será totalmente diferente do meu. Aconselho a você conversar com seu orientador, ver quais pontos serão necessários para explicar/justificar o seu empreendimento e dai, vai pesquisando ponto a ponto para construir seu texto. Faça perguntas básicas: porque os cães são abandonados? como eles são resgatados? por quem? quantos são por anos na minha cidade? e no país? quais raças? quantos são eutanasiados? quantos adotados? …Tenho certeza que respondendo essas perguntas você contruirá uma justicativa perfeita pra um abrigo! Muito boa sorte no seu trabalho!

  2. Olá! primeiramente gostaria de dizer que fiquei muito feliz em encontrar esse blog, pois estou me preparando para começar meu TFG também sobre animais (no meu caso, resgate de cães e gatos abandonados e maltratados e reabilitação dos mesmos).
    Esse exemplo que você postou me incentivou a não me desanimar com o meu projeto, pois já sofri algum descaso por parte de alguns professores meus em relação à minha escolha para TFG, sob alegação de não haver referência para este tema e de que esse não é um assunto que diz respeito à arquitetos, o que me deixou pasma.
    Portanto, obrigada por compartilhar suas ideias nesse blog, esse simples post já me ajudou muito!

    1. Nossa Alessandra, que pequeno pensar que um abrigo não pode ser projetado né? E olha, são muitos requisitos a serem pensados tais como: coleta de água da chuva pra lavar os canis, ventilação por espaços zenitais (no meu projeto pensei num sistema de captação de ar por torres, igual sistema dos metros – mas havia uma proposta de ventiação por túneis subterrâneos tal qual um projeto que existe na Espanha – mas não encontrei esse projeto pra ver como foi feito). E o esgoto? Sabia que o coco dos cães pode gerar compostagem? Assim um sistema de captação desse degeto e formação de compostagem é bem vindo (eu não tive tempo de pensar nisso). Tem que pensar na acústica, na circulação, principalmente dos cães agressivos – por isso fiz portas com ante-câmaras pra eles não fugirem. E os cão, que precisam ir pra quarentena? Tem que ir pro isolamento etc…enfim! Milhões de coisas. Eu fiz um centro de recuperação. Eu não teria estômago pra projetar um CCZ propriamente dito. Só a palavra “eutanásia de cães” me dá arrepios 🙁

      Veja esses outros:
      Tierhein em Berlim – Alemanha
      Animal Refuge Centre – Holanda

      O meu projeto: Um Re-hab canino Nele você encontra um link para uma Diretriz do Ministério da Saúde

      Boa sorte, e se vc conseguir e quiser publicar aqui suas idéias, fique à vontade! 🙂

  3. Olá! Como muitos estou também preparando meu TFG, e fiquei muita feliz encontrar seu blog, e ainda mais encontrar pessoas que tem a mesma preocupação e atenção com os animais. Achei suas dicas muito interessante. Gostaria de contar com sua ajuda para TFG, se vc teria como recomendar bibliografia para pesquisa neste campo. Muito Obrigada.

    1. Oi Simone,

      A bibliografa que utililizei foi especificada no coment acima (resposta para Alessandra). As demais bilbliografias foram o plano diretor da minha cidade e artigos relacionados ao comportamento canino a fim de justifcar algumas áreas criadas. Assim como a arquitetura para humanos que passa pela análise social, a arquitetura destinada à cães passa pela análise do comportamento deles. Visite o CCZ de sua cidade, abrigos e canis para entender a dinâmica dos cães. 😀 …boa sorte!

  4. Olá, fico feliz de saber que mais pessoas se interessam por este tema de tcc.. aqui na minha região pouco se fala.
    Estou com dificuldades de achar referencias brasileiras..pois meu orientador não quer so internacionais..
    teria alguma pra me indicar?
    meu tcc é uma instituição multifuncional para animais abandonados.
    obrigada.

    1. Você precisa visitar canis de sua cidade, CCZs… eu visitei canis da minha cidade e também usei como exemplo hotéis de cães em São Paulo. O princípio do manejo canino é o mesmo. Não importa se o cão é de criação, foi abandonado ou foi resgatado das ruas: o manejo e as áreas são as meses, pois são delineadas em função do comportamento deles e não de sua origem.
      Um abraço 😉

  5. ola, estou fazendo um abrigo de animais no meu tcc também! porém to tendo muita dificuldade de conseguir material! vc poderia me mandar o seu? que tipo de metodologia vc usou?

  6. Olá Andie, meu TC vai ser um abrigo e hotel para cães, você tem mais alguma bibliografia relacionado ao ”por que eles são abandonados?” e sobre os comportamentos deles? O link que voce postou sobre o seu Re-hab, não está abrindo, possui um erro, tem como mandar um link atualizado ou sei lá? te agradeço desde já!! e Parabéns pela iniciativa de fazer esse assunto e por postar aqui 😀

    1. Tbm estou fazendo o TFG. E meu tema é hotel para aniamais domésticos, se puder publicar aquisobre o seu eu agradeço. è um tema muito atual e quase não se tem referências.

  7. Parabéns pela iniciativa…
    Meu tema de TC também é um abrigo canino juntamente com uma clinica de recuperação para pessoas em tratamento médico, onde os cães auxiliarão no tratamento de doenças dessas pessoas, como, depressão, problemas psiquiátricos, problemas na pernas, estimulando que o paciente volte a andar, e assim por diante… gostaria de saber se possível, se poderia mandar algumas das suas fontes de pesquisa… Obrigada
    Att.

  8. Oi Andie. De antemão já vou dizer que adorei encontrar isso no seu blog *-* já me ajudou bastante.
    Meu tema para TFG não envolve recuperação de animai, mas é algo que faz parte deste meio: pretendo fazer um daycare for pets… Uma espécie de creche/hotel para animais de estimação, onde seus donos poderiam deixá-los quando viajassem ou saissem para trabalhar.
    Minha maior preocupação é referencial teórico… Esse edifício já é uma referência projetual, mas estou procurando também normas que possam ser seguidas para essa proposta ser mais concreta… Você poderia me dar uma ajuda quanto a isso? >_<

    Muito obrigada pela ajuda… Ameeeei <3

  9. Olá Andie, adorei sei tema de TTG. Eu pretendo fazer um centro de controle de zoonoses com a inclusão da cinoterapia, que é o tratamento que usa cães como co-terapeutas para ajudar crianças com deficiência física ou mental. Eu buscarei fazer algo que seja agradável aos animais sem que eles sofram mesmo se já estejam tomados por alguma zoonose que o leve a ser sacrificado, dando-lhes o direito de não sofrerem mais do que já estarão nos seus últimos dias de vida. E os animais saudáveis serão expostos para adoção e os demais treinados para a cinoterapia. Enfim, o que quero dizer é que eu estou com muita dificuldade de referências bibliográficas, e mesmo que nosso tema não seja o mesmo…gostaria de saber se você pode me mandar as suas referencias ou qualquer tipo de ajuda, para meu e-mail. kkkkk
    Eu estou desesperada, ficarei muito agradecida se me ajudar.
    Obrigada desde já.

    1. Maria Cecília, os centro de zoonoses possuem regras oficias, com dimensões estabelecidas e tudo. É uma publicação da FUNASA, você já viu? O fato de você mudar o fluxo final de manejo dos cães não muda os ambientes de um CCZ, concorda?

    1. É a sede do RSPCA, Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, Rodovia 3 – Burwood East Melbourne, Victoria 3151 Austrália. As plantas eu não sei, acho que só entrando em contato com o autor do projeto – NHArchitecture.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend