skip to Main Content

O blog responde: eu tenho um vira-westie?

Olá Andie
Antes de mais nada queria te parabenizar pelo excelente blog que possui. Pela disposição de compartilhar tanto conhecimento com tanta boa vontade 😉
Tenho uma Westie de dois anos. Sinto em não ter descoberto teu blog antes, pois tenho certeza que teria me ajudado e muito em toda a minha novela com a minha pequena.
Bem resumidamente, minha branquelinha tem hipersensibilidade alimentar, comendo apenas a Royal Canin hipoalergenic. Até ai, hj isso não é mais o problema pois ela esta super bem com a ração, pelo menos eu acho. E é ai que entra a minha duvida, a saia dela simplesmente não cresce!!!!! Não cresce mesmo, não eh que tosam demais no petshop pois eu não deixo nem encostarem na bendita para ver se ela cresce e nada 🙁
Não sei se isso pode ser algum reflexo da hipersensibilidade dela gerando uma pelagem mais frágil ou alguma outra reação. Ou se isso pode ser devido a uma linhagem não boa, pois eh bem nítido que ela tem falhas que são consideradas graves para o padrão da raça, a começar pelo tamanho. Foi comprada de um criador idôneo de xxx, ela tem pedigree e tudo mais, mas enfim, as vezes me pego pensando se não fui enganada.
Bom…. Acho até que já escrevi demais e não quero tomar seu tempo, só gostaria de uma ajuda se vc souber de algo pois até hoje nenhum veterinário me disse nada de concreto.
Mando umas fotos para conhecer a minha branquelinha e não se acanhe em dizer que ela é uma virawestie pois eh assim que a chamo….rsrsrrs. Independente dela ser pura ou não a amo de todo meu coração e só quero que ela tenha o melhor tratamento possível 😉
Agradeço pela atenção


Oi … Tudo bem?

Vou iniciar com duas afirmações suas:
1) “se isso pode ser devido a uma linhagem não boa, pois eh bem nítido que ela tem falhas que são consideradas graves para o padrão da raça, a começar pelo tamanho”
2) “Foi comprada de um criador idôneo de …”

A 1a a 2a frases não são preposições de dedução lógica!

wut

Explico:

Como um criador que não mantém o padrão, que cruza cão com hipersensibilidade, que possuem falhas que até você consegue enxergar, pode ser considerado idôneo? O que eu chamo de idôneo é a pessoa que cria pela raça, acima de tudo castra cães problemáticos, não importa quanto dinheiro vão perder por castrar aquele cão, que coloca seus cães na exposição, que não tira muitas ninhadas e só vende depois de muuuuuitas perguntas. Quem sempre tem filhotes disponível à venda o ano todo não é uma pessoa que cria apenas por amor, concorda?

Mas filosofias à parte: você conheceu os pais? Eles têm “saião”? Se eles não tem saia grande, esqueça, ela não vai ter saia grande, pelagem é estritamente genético. É como cabelo. Eu tenho cabelo bonito, meu marido também tem, consequentemente meu filho terá cabelo bonito. O inverso é certeiro. Entende?

Enganada você não deve ter sido, pois acredite, dentro de uma população de cães da mesma raça há diferenças gritantes. Veja:

compara

compara - Cópia

Não se guie pelo pedigree, ele é apenas um registro de nascimento. Fazendo um comparativo ao mundo humano, a Gisele Bundchen tem certidão de nascimento, eu tenho e o ator Jorge Loredo  também tem! Ou seja, o pedigree não mede a beleza e o padrão de um cão – ele simplesmente registra de quem o cão é filho, neto, etc.

Há sim cães feios e cães bonitos dentro de uma população de  Westies. Quem preza pelo padrão nem inicia cruzando cães que não considera com qualidades pra isso. Mas, no fim tooodo cão é um animal que DEVE ser amado acima de tudo.

Eu tenho um cão castrado, que mora comigo, que tem garupa alta, falta de pré-molares, angulação traseira não muito boa….eu o amo mais que qualquer outro, porque ele é leal, obediente, justo! É o mais mimado e que mais tem regalias aqui em casa! rsrsrs…o amor não tem fronteiras!

Outro segredo que eu eu vou te contar: um criador que preza pelo padrão, sabe o que tem na mão e cobra muito bem por isso! Não são cães que custa 1000 reais entende? Custam, por baixo 2 a 4 mil reais e ainda assim exemplares que não são pra reproduzir. Aqueles de reprodução são o dobro disso – os custos de se manter um plantel dentro do padrão exigido é alto.

Assim, peço que você avalie bem, pois se você não estava disposta a pagar um valor alto pra ter a cópia fiel do iG da propaganda na sua casa, nem pode reclamar né? E olha que nem estou entrando no mérito da saúde e dos exames.

Curta sua bebezinha, ela pode ser uma bebezinha fora do padrão, mas pode ser recheada de qualidades que você jamais encontraria num westie lindíssimo!

…antes de terminar: sabe o que me dá mais me chateia? Quando eu explico tudo isso que te expliquei pra um cliente que quer um Westie e ele não acredita em mim. Acha que todos são iguais e pensam que eu estou querendo ganhar muito dinheiro – correm pra comprar no mercado livre pela metade do preço….logo eu que produzo apenas 2 a 3 filhotes por ano? ganhando dinheiro?

we all gonna die

No way 😀

This Post Has 4 Comments

  1. Caro André,

    Sabias suas palavras, você sabe que sou criador aqui no Rio e investi muito, para trazer bons cães para realmente aprimorar a raça, e fico muito triste, quando me liga um cliente, que não tem a menor idéia do custo de trazer um reprodutor com padrão show ( Um westie na Europa pronto não sai por menos de 3000 euros ) , e fica barganhando me dizendo que encontrou em outro lugar por R$ 1000 reais.
    Como você falou qualidade tem preço, tenho uma ninhads de dois cães campeões Alborada, que não saem do canil por menos de R$ 4000,00 e que vou ficar com um deles pela qualidade.
    Infelizmente, existem comerciantes de cães, que tem como estratégia o volume de vendas com preço barato, sacrificando as cadelas, que tem que cruzar todo cio, que pagam suas contas com dinheiro de venda de filhotes. Os animais ficam completamente fora do padrão , com problemas alérgicos.

    Abraços,

    José Luiz

    1. É Floripes, tenho medo que a raça no Brasil acabe tendo o destino que teve em outros países onde ficou tão popular devido aos cruzamentos desenfreados. Nesses países, hoje, não se acha mais cães dentro do padrão. E eles foram pioneiros na raça – hoje em dia, acabam tendo que importar cães da Europa, tamanho descaracterização da padrão racial por lá. E olha quem nem estamos nos referindo ao controle de doenças, controle reprodutivo, pois aí, você sabe muito bem…a porca torce o rabo 🙁

      Mas ficamos felizes com a sua visita! É uma honra um criador sério por aqui 🙂

      Um abraço,

      André e Andréia

  2. Olá a todos.
    Também tenho uma cadela fora do padrão e ela é a mais esperta e amável da casa, e é bem melhor mãe do que a nossa exemplar Alborada! ( por culpa da sua alta capacidade de sair pela culatra, no cio ou sem ele, ela cruzou sem a nossa permissão. )

    Obs: Andie, adorei sem blog! Agora que minha família esta construindo um canil, ele esta sendo de excelente ajuda. Muito bem escrito, cheio de informações e amor! Adorei.

    1. Oi Alicia,
      Que bom que o blog está ajudando vocês.
      Bom, o meu cão fora do padrão é castrado, justamente pelo fato que ele não possui nenhum discernimento para evitar cruza com uma cadela no cio. Acredito que todo verdadeiro criador primeiramente deve ter um sentimento genuíno sobre a preservação das melhores características da raça. Você não concorda?
      Meu cãozinho castrado é até mais amado e feliz quanto os outros inteiros 😉
      Um abraço, volte sempre!
      Andie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close search
Carrinho
Back To Top
Send this to a friend