skip to Main Content

Padrão Racial do Westie X – Coxas e Jarretes

Membros posteriores

“Membros posteriores: fortes,musculosos e largos, vistos de cima.Os membros são curtos, musculosos e com tendões evidentes.
Coxas:  muito musculosas e não muito afastadas.
Jarretes: angulados e bem posicionados sob o tronco de maneira a ficarem  moderadamente próximos um do outro, quer o cão esteja em stay ou em movimento. Os jarretes sem angulação ou cedidos são bastante  indesejáveis.”

Interpretação do padrão

Westies devem ter seus membro posteriores bem inseridos, e quando visto de costas, devem ter um afastamento quase em paralelo. Nessa visão, pode-se imaginar um quadrado, com suas pernas paralelas, onde a linha do solo faz a base. Essa comparação é mais visível no exemplar ainda filhote, que não está com sua pelagem abundante. Winking smile

posteriores2

Os jarretes são dobrados e bem inseridos abaixo do corpo (direita). Jarretes fracos e jarretes de vaca são indesejáveis (direita). American Kennel Club Books.

Segundo Derek Tattersall, os jarretes de vaca devem ser penalizados, assim como os cães que possuem jarretes muito altos, fazendo os parecer reprimidos, curtos e retos, portanto com falta de angulação.

O jarretes corretos devem ser posicionados em posição reta abaixo do corpo quando visto por trás.

docs18
Acima esquerda: traseiro correto. Acima direita: traseiro estreito. Abaixo esquerda: Jarretes de vaca. Abaixo direita: pernas arqueadas. Ilustração de Derek Tattersall.

 

jarretes
Acima, jarretes de vaca indesejáveis – foto Revista Cães & Cia.

 

Abaixo o esquema do esqueleto pra você se localizar:

Ilustração de Derek Tattersall.

O entrelaçamento de patas durante a movimentação é totalmente inaceitável. Surprised smile

FONTES:
TATTERSALL, Derek. Westies Today, New York: Howell Book House, 1992.

USA. Kennel Club Books. West Highland White Terrier, New Jersey, 2007.

Revista Cães&Cia, ano XXVII, no 325, junho de 2006. WESTIE: Certo x errado dos filhotes.

Padrão racial do West Highland White Terrier FCI/CBKC

This Post Has 6 Comments

  1. Mas há como corrigir? Pois meu cachorro acaba escorregando muito, mesmo em chão que não é liso. E não gostaria que futuramente ele acabe adquirindo uma displasia.

    1. Bem, se o piso não é liso, os pelos embaixo das patinhas estão aparadas (os pelos embaixo da patas fazem eles escorregarem), e mesmo assim ele apresenta problemas de locomoção, você deve procurar um veterinário ortopedista para fazer um diagnóstico. Só um especialista pode mensurar a necessidade de correção e o risco x benefício do procedimento. Lembrando que o diagnóstico de displasia só é fechado aos 2 anos de idade.

  2. Tem um hottweiler de 3 meses e 20 dias. Ele apresenta esses sinais. Pode sumuir ou diminuir a medida que for crescendo? Existe que pode. Ajudar? Quais?

    1. Oi Leonardo,
      Não entendo muito de raças grandes. Mas os pequenos tendem a corrigir essas angulações aos 60-70 dias. Caso não alinhe, não terá mais jeito. Nunca tive jarrete de vaca aqui, mas imagino que seja devido ele ter um osso maior que o esperado, forçando a angulação pra dentro – e dessa forma, vejo um fator genético muito forte. E genética não tem muito o que fazer. Um outro problema que ocorre muito em raças grandes é a displasia. Nesse caso vc precisa consultar um vet para avaliar o grau, e como proceder pra melhorar a vida dele.
      Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close search
Carrinho
Back To Top
Send this to a friend