skip to Main Content

Um Anakin que ri

Anakin nasceu marcado pelo destino. Uma daquelas criaturas que já tem caminho certo.

Em algum momento de sua vida eu achei que o seu caminho era ao meu lado – sim! Anakin é apaixonante, expandido, questionador, nada fica imune a ele! Desde que nasceu eu o queria pra mim e o destino conspirou a favor. Pelo menos por alguns dias.

Anakin sempre me surpreendeu. Nasceu com 80g, fraco, pequeno, franzino. Era o mais frágil. Tínhamos que complementar a amamentação, mas ele odiava mamar artificialmente! Fazê-lo comer se tornou uma questão de sobrevivência – eu fazia isso de 3 em 3h, dia e noite.

Uma noite, de tanto rejeitar o alimento, aspirou leite até os pulmões. Mas não sabíamos ao certo, e claro, aquele pulmão encharcado poderia ser pneumonia. Vi-me com um filhote de 4 dias de vida, com aerofagia e pulmão encharcado, perdida, sem saber o que fazer. Ver a dificuldade dele de respirar me deixava em pânico.

Meu anjo veterinário, Fernanda Pecoraro decidiu: vamos fazer Pulsatila que expulsa tudo! Se não for pneumonia, amanhã ele estará melhor! Lá estava eu, a postos, mais uma noite em claro, disposta a salvá-lo. Afinal, ele tinha 4 dias de vida enfrentados com muita bravura, pois sua mãe, a baixinha anarquista não entendeu a maternidade como deveria.

Santa Pulsatila! Santa Nux Vômica! Anakin alive!

Pelo fato de ser cuidado de perto, Anakin aprendeu a gostar dos humanos! Adorava meu colo e sempre dava preferência à ele que à companhia dos cães. Mas tínhamos decidido que não podíamos ficar com ele. Ainda não temos o nosso espaço e só Deus sabe como é manter dois machos inteiros na mesma casa, principalmente terriers.

Decidimos ficar com a linda Audrey (Hanna) e Anakin foi encaminhado a um casal. Porém a adaptação não ocorreu como esperado. Repentinamente outros objetivos foram traçados, entre eles a necessidade de vender o apartamento em que moravam – Anakin “não cabia mais nesse cenário”, eles me disseram.

Tudo bem, na minha idade já aprendi que não preciso entender tudo e todos nessa vida. Anakin voltou pra casa. Outras tentativas de encaminhá-lo foram feitas, mas nenhuma consistente. E por fim, decidimos que Anakin ficaria – ele não poderia mais correr o risco de ir pra algum lugar e ser devolvido novamente.

Assim, decisão tomada, Albus (Aquiles) e Audrey (Hanna), os dois outros integrantes da ninhada, foram encaminhados para pessoas maravilhosas. Muito obrigada por receberam meus babies em suas famílias.

Mas, logo descobri que o destino de Anakin não estava em minhas mãos…o destino de Anakin era maior. A sua missão era preencher vazios, com sua alegria, com seu sorriso.

No início, eu achava que Anakin iria às exposições representando o nosso trabalho. Foi isso que disse à Fernanda – “ele ficará conosco, foi o escolhido para representar o canil”.

Mas Fernanda não desistiu, ela já estava decidida, como boa taurina que é! Primeiro apaixonou-se pela minha família mista de humanos e westies. Logo em seguida, apaixonou-se por Anakin, o “Anakin que ri”, dizia ela.

Milhões de emails e explicações, argumentos mil, eu cheia de defesas e certezas, afinal meu bebe não precisaria mais ir e voltar, sofrer em um novo ambiente e deixar de fazer parte dele como objeto que se descarta.

Mas Fernanda não aceitava, a decisão dela era me seduzir. Me descreveu seus planos, suas intenções com Anakin. Foi corajosa e descreveu sua família, sua casa e seus cenários – e nele, faltava um Anakin!

Foi uma experiência maravilhosa! Nas mãos de Fernanda, Anakin se tornou um tratado, um objeto de estudo. Com sua sensibilidade extremada, entendeu a fragilidade e a ansiedade desse pequeno ser. Muniu-se de informações e não mediu esforços para dar a ele a oportunidade de se tornar um adulto equilibrado, disciplinado e independente.

Desarmei! Que seja! Com o coração mutilado decidi deixa-lo ir. Foi difícil! Com ele foi meu sonho mais recente, meu sonho de um Holywestie me representando nas pistas. Mas, consolava-me saber que ele ia pra uma família especial, ser um cão especial, um cão de família. Torço para que o destino tenha lhe reservado o melhor. Nosso sobrevivente merece!

Fernanda e sua família receberam Anakin de braços abertos, compreendendo todas as suas peculiaridades. Eu aproveitei o ensejo e tietei bastante, passei uma tarde entre risos e histórias lindas… saí cheia de livros! Estou aqui na torcida!

Afinal, onde já se viu devolver o “Anakin que ri” de Fernanda Young?

 

This Post Has 11 Comments

  1. Boa sorte com sua nova familia Anakin!!! Adoramos receber voce aqui em casa! Agora que voce mora mais perto, vê se aparece de vez em quando!! Pede pra sua mamãe te trazer pra atazanar o Tiby!!
    Beijocas da tia Emi

    1. Tia Emiii…obrigada pela paciência com um pedacinho da família Holywestie, principalmente Party com sua teimosia antihigiênica….um beijo! Se ela não for encher o saco do Tiby, deixa que eu vou….hahahah…não tenho medo de cara feia mesmo! hahahah

  2. Anakin, linduxo!!! estou aqui torcendo para que voce seja mtooo feliz com sua mamae maluquets, minha xará!!! Voce merece, branquelo!!!!
    bjo bjo, familia Holywestie!

      1. Lindo texto!!! Fiquei emocionada…

        Imagino como foi difícil deixá-lo. Decididamente um cão especial e que trará muitas felicidades a sua nova família!
        Achei o máximo ele gostar de ficar no colo…ele quase dormiu no meu! rs

  3. Andie, o texto é lindo, estou com os olhos cheios de lágrimas. O Anakin é especial e está destinado a mudar a vida das pessoas que o cercam e conhecem, assim como toda a família Holywestie muda nossas vidas ao primeiro contato. Lendo seu texto, me lembrei de uma conversa que tivemos há algum tempo atrás sobre o nome do canil e por tudo vcs fazem, por todo amor e dedicação o nome do Canil não poderia NUNCA ser outro. Parabéns minha linda amiga, pelo trabalho, dedicação e principalmente o amor por essa raça incrível e pelas pessoas que a cercam. Bjs à toda família HOLYWESTIE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close search
Carrinho
Back To Top
Send this to a friend