skip to Main Content

Eu cozinho pro meu cachorro! E você?

Resumo a partir da matéria publicada no jornal À Crítica em 24/02/2013, de Felipe de Paula.

Cães e gatos devem comer apenas ração industrial?

Foi atrás de uma resposta para essa pergunta que a então estudante de medicina veterinária, Sylvia Angélico, começou a estudar alternativas de alimentação animal que dessem melhores resultados para a saúde e bem estar de seus cães.

Ela acabou descobrindo que a alimentação natural, um composto de nutrientes caseiros e balanceados que dão maior qualidade nutricional aos alimentos dados aos animais, já faz parte da vida de muitos pets, principalmente nos Estados Unidos e Europa, e está crescendo cada vez mais, inclusive no Brasil.

“Eu coloquei em prática (a dieta natural) com três cães. Alguns deles tinham problemas de saúde, como sarnas, coceiras, até mau hálito. Depois de um mês, percebi que todos esses problemas foram diminuindo”

Afirma Sylvia que continuou estudando e importou livros estrangeiros para aprender mais sobre a dieta natural.

Já formada, hoje Sylvia presta consultorias para criadores de todo o Brasil e divulga em seu site Cachorro Verde como você mesmo pode preparar esse alimento em casa. Lá, há dicas para dietas cruas e cozidas para cães e gatos adultos, filhotes, com pouco ou excesso de peso e também com doenças específicas.

In natura

Na natureza os animais tinham acesso a uma variedade enorme de alimentos (animal e vegetal), conferindo equilíbrio em sua dieta, pois ingerem intestinos com fibras, carne com pelos, etc. O alimento caseiro traz o vigor do alimento in natura, sem conservantes e altíssimo paladar e digestão. Porém, tanto na ração industrial quanto na natural tem de ser responsável em relação à quantidade e qualidade do alimento.

É o que diz o veterinário Emmanuel Pires, que durante dez anos foi responsável técnico de uma empresa de ração, reconhece a dieta natural como uma boa opção para os criadores.

Adepta

A criadora Andréia Camargo, também optou pela alimentação natural para seus sete cães há cerca de três anos e nem pensa em voltar a oferecer a ração convencional para eles.

“Num sábado do mês, faço os 60 kg que eles precisam para todo o mês. Desde que começaram a alimentação natural, eu só os levo para tomar vacina. As fezes diminuem, perdem o odor excessivo, assim como o xixi, e até parasitas como carrapato conseguimos minimizar, pois os parasitas não permanecem nos cães saudáveis”.

Ela aderiu à dieta natural para o seus sete cães há cerca de três anos e comemora os resultados positivos

Contra-indicados

Alimentação é coisa séria. Prefira os alimentos indicados para cães e gatos, como o preparo de carne crua com legumes, feita pela criadora Andrea Camargo. A alimentação natural já é muito comum em países da Europa e nos Estados Unidos, onde sua participação no mercado de alimentos para cães é cada vez mais significativa.

Na natureza, os cães e gatos se alimentavam de uma vasta variedade de nutrientes animais e vegetais. A alimentação natural tenta imitar essa dieta por meio de estudos de nutrição animal. No Brasil, empresas já comercializam a dieta natural cozida. A crua ainda não foi regulamentada e encontra problemas com a legislação brasileira, mas muitos criadores já praticam a receita em casa.

Os resultados da alimentação natural são descritos pelos criadores e alguns veterinários como muito satisfatórios do ponto de vista da saúde e do bem estar animal: além do combate e prevenção de doenças, previne ou erradica o mau hálito, diminui queda do pelo, reduz volume e odor das fezes, e é muito mais saborosa para o animal.

Tempo

Uma hora por mês é o tempo que você precisa dispor para fazer um mês de alimentação natural para seu cão. Na primeira vez, esse tempo vai ser um pouco maior.

Aval do veterinário

Para preparar um refeição natural para seu animal de estimação, é preciso considerar o peso e idade do cão, assim como seguir à risca as recomendações indicadas pelo site de referência, com o aval, é claro, do médico veterinário do seu cão ou gato.

Yum yummy… experimenta ai vai!

Esse post tem 3 comentários
  1. quero saber sempre mais sobre alimentação p cao pq
    naum sou adpta a ração, acho q a alimentação tem q ser normal
    tomando cuidado (claro) c o q eles naum podem comem.

  2. Minha West só se alimenta de comida natural, após anos de sistite é muito peso, passei por um nutrólogo .
    Desde que começou com essa alimentação , emagreceu e nunca mais teve sistite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend